domingo, 9 de setembro de 2012

Chuva, leve isso com você...

 
Não quero que a culpa seja inteiramente minha, mas você não está aqui para dividí-la comigo. Ainda não dói (eu espero que continue assim por um bom tempo), é apenas receio das decisões erradas que tomei e que, de repente, mudaram todos os meus planos. Não gosto de admitir nada que não me traga vantagem, você sabe muito bem disso, como também sempre soube, que dias de chuva só são/eram legais quando ficávamos abraçados debaixo do cobertor assistindo um filme de terror, com direito a várias rodadas de chá de maçã, como se fôssemos legítimos burgueses. 

Hoje penso que se não fosse dito todas aquelas palavras frias e orgulhosas, estaríamos perdidos no meio do tédio, um olhando para a cara do outro, esperando até o mais corajoso dizer que estava errado e que não era pra ser daquele jeito. Não era pra ser daquele jeito. Eu sempre dei importância para isso, agora mais ainda. Sua especialidade sempre foi fazer eu me sentir estúpida e idiota. Gostaria que hoje isso acabasse, que a chuva levasse embora, inclusive esses pensamentos que me atormentam.

 

Um comentário: